fbpx

Arquivo para categoria: Dicas e Notícias

Na última década, as novas tecnologias mudaram completamente a forma como vivemos. Seja nos relacionamentos ou no mundo dos negócios, os novos recursos vieram para ficar. No setor da construção civil não foi diferente: já existem novas tecnologias construtivas que são capazes de simplificar a execução de algumas etapas da obra, diminuindo o tempo gasto, aumentando a produtividade dos operários e, também, gerando um produto final com melhor acabamento.

Mas você sabe quais novidades já podemos encontrar nesse setor? Sabe o que é possível fazer com os novos recursos disponíveis? Interessou-se por esse assunto? Então, continue a leitura deste artigo e conheça novas tecnologias construtivas para construção civil!

Contrapiso autonivelante

Uma das primeiras etapas que devem ser cumpridas para o assentamento do porcelanato é a execução do contrapiso. Trata-se de uma etapa árdua e morosa, mas essencial para a fase de acabamento de uma edificação.

Uma das novas tecnologias construtivas para construção civil é o contrapiso autonivelante. Por meio da utilização de uma argamassa especial, que contém um aditivo plastificante, não será necessário o serviço de nivelamento.

Além de agilizar essa etapa, é possível diminuir a quantidade de profissionais, o que compensa o fato da matéria-prima ser mais cara.

Steel Frame

A tecnologia Steel Frame nada mais é do que um sistema construtivo sustentável, baseado na utilização de perfis de aço galvanizado para suportar as cargas da edificação. O grande diferencial da utilização desse sistema encontra-se na racionalização e na otimização dos materiais para a execução das atividades.

Outro ponto que merece destaque é a geração de resíduos. O Steel Frame consegue reduzir esse item, gerando economia para o construtor, uma vez que não serão comprados materiais em excesso.

Porém, nem tudo são flores. Essa nova tecnologia exige uma mão de obra mais qualificada, o que pode encarecer o empreendimento. Mas, obviamente, tudo deve ser colocado na balança. A menor geração de resíduos e a agilidade no serviço fazem com que o sistema seja viável.

Gesso projetado

O gesso é outra etapa lenta e que demanda muito tempo e profissionais para a perfeita execução. Entretanto, já existe no mercado uma solução conhecida como gesso projetado.

Ele permite que o serviço seja realizado com maior celeridade e a obra não dependa da produtividade do profissional. Para realizá-lo, é preciso utilizar uma máquina, que é pequena e de fácil alocação. Contudo, o custo é elevado.

O sistema de gesso projetado é cerca de 30% mais caro que o gesso liso. No entanto, o acabamento é melhor, além de facilitar a etapa de sarrafeamento e agilizar as demais etapas.

Fibra de Carbono

A fibra de carbono é um material composto por fios de fibra com alto teor de carbono, mais finos que nossos fios de cabelo, trançados de forma têxtil e unidos por uma resina epóxi de alto desempenho. Tendo como resultado um material de alta resistência e flexibilidade.

Muito utilizada hoje em peças de carros, capacetes, em aplicações aeroespaciais, aviões, bicicletas. Vêm tendo uma popularização nos canteiros de obras.

Sendo utilizada para reforçar estruturas de construções já existentes. Construções que terão adição de cargas não previstas no projeto original ou passarão por obras e intervenções que poderão desgastar e fragilizar a sua estrutura.

Com uma aplicação muito rápida e eficiente, após 24 horas da fixação do material ele se torna resistente e pode ser revestido como qualquer outra superfície.

O maior benefício da fibra de carbono é que ela não sofre com os efeitos do tempo e clima, desse modo é resistente a corrosão. Portanto é considerada mais durável que o aço.

Compra de materiais de construção

Não, você não leu errado! Já existem novas tecnologias construtivas para construção civil voltadas para a etapa de compra de materiais e acompanhamento de obras. É possível encontrar empresas no mercado, como a PraConstruir, que possuem plataformas que permitem aos usuários fazer a compra dos materiais necessários.

A plataforma é responsável por conectar os construtores aos fornecedores de materiais, facilitando todo o processo de compra. É possível comprar todos os materiais da sua construção em um único site, pelo computador ou celular em qualquer dia e hora.

A grande vantagem desse tipo de plataforma é a praticidade. O construtor não precisa mais ligar ou se deslocar de depósito em depósito para fazer as compras de materiais de construção. Tudo pode ser feito na palma de sua mão.

 

Post original em: Blog pra Construir

Construir ou reformar o seu sonho pode também ser um exercício de consciência ambiental. Uma forma de projetar edificações com essa visão é aproveitando ao máximo a iluminação natural. Além de contribuir com a manutenção dos recursos do nosso planeta, é ainda um método para gerar economia quanto ao consumo de energia. A Terra e o seu bolso agradecem!

Para ajudar você a economizar na conta de luz. Nós colocamos neste post algumas dicas para os arquitetos Moacyr Corsi, da Corsi Arquitetura e Danielle Skubs, da ACASA Forma & Função.

Fazer portas e janelas voltas para o sul

Para investir na luz natural, algumas orientações precisam ser seguidas. De acordo com o arquiteto Moacyr Corsi, da Corsi Arquitetura, as aberturas (portas e janelas) devem ser feitas seguindo as características da inclinação do sol. Ele orienta a fazer grandes aberturas voltadas para o sul.

“A face sul recebe pouca ou nenhuma incidência de sol. Por isso, fazer grandes aberturas não só permite que a luz entre na edificação de maneira suave mas também melhora a questão visual e favorece a entrada de ventos predominantes do sudeste”, explica.

Quanto à escolha de cômodos cuja face está posicionada para o leste, onde nasce o sol, Corsi afirma ser esta uma boa posição para os quartos. A face oeste acaba recebendo o “sol da tarde”. Já as fachadas posicionadas ao norte, que recebe sol o dia todo, precisam de proteção. “Deve ser protegida do sol por meio da implantação de elementos arquitetônicos: como brise, elementos vazados, marquise e varanda”, orienta.

Aproveite a sua visita e cadastre-se no nosso Boletim Quinzenal para receber no seu e-mail as melhores dicas e informações sobre obras.

Utilize materiais reflexivos para melhor a iluminação

Além do posicionamento da casa, é possível melhorar a iluminação trabalhando com a reflexão de luz para o interior da construção. “Podemos usar superfícies refletivas como espelhos d´água, pinturas especiais e outros materiais lisos, que refletem a luz do sol para dentro do imóvel. Eles permitem a criação de efeitos luminosos na edificação”, completa Corsi.

Utilize cortinas com transparência e cores claras

De acordo com a arquiteta Danielle Skubs, da ACASA Forma & Função, é importante deixar entrar no ambiente o máximo de luz natural. “O uso de cortinas com transparência e cores claras ajudam a manter a privacidade e ao mesmo tempo deixar a luz entrar. Para momentos que exigem menos claridade, pode-se usar um forro blackout, independente da cortina”, explica.

Utilize cores contrastantes

Outra tendência é abusar do contraste entre cores escuras e claras para aumentar a sensação de espaço. “É possível usar cores escuras nas laterais e claras no fundo. O branco é acentuado pelas cores escuras quando estão adjacentes”.

Mas, se a ideia é aproveitar os espaços pequenos para criar ambientes aconchegantes sem ampliar a sensação do espaço, é possível utilizar cores escuras. “Podemos usar tetos com cor e fazer uso das peças de iluminação para trazer luz ao ambiente”, completa a arquiteta.

Gostou das dicas do Moacir e Danielle? Quer receber mais dicas? Inscreva-se no nosso Newsletter. Baixe gratuitamente o nosso Infográfico sobre as Etapas da Construção e fique por dentro.

 

Post original em: Blog pra Construir

Para construir a sua casa, você precisará de dinheiro basicamente para comprar o terreno, pagar a mão de obra e comprar os materiais. Até pouco tempo atrás existiam poucas linhas de crédito e a maioria financiava somente a construção (mão de obra + materiais). Ou seja, você primeiro comprava o terreno com o seu dinheiro e depois financiava a construção.

Felizmente, hoje é possível financiar tudo junto. Assim você pode obter uma única linha de crédito para comprar o terreno + construção. Portanto, a primeira coisa a fazer é definir a modalidade do financiamento, ou melhor, o que você irá financiar: terreno + construção, construção ou somente materiais. Uma vez definido a modalidade, a segunda pergunta é: qual valor estimado do imóvel?

Esta pergunta é importante porque dificilmente o banco irá financiar 100% do valor do imóvel. Logo, saber o valor do imóvel te permite saber quanto de dinheiro você deverá ter guardado antes de solicitar o financiamento. Por exemplo: financiar um imóvel no valor de R$ 100 mil em uma linha de crédito onde o percentual máximo financiável é de 80%, significa que você precisa ter aguardado pelo menos R$ 20 mil antes de pedir o financiamento.

Procure financiar o mínimo possível e não esqueça de incluir no valor do imóvel todos os custos com: taxas do cartório, prefeitura e administração. Além dos honorários dos arquiteto, engenheiros e outros.

Para determinar o prazo do financiamento ou quantidade de parcelas, é necessário analisar a sua capacidade de pagamento mensal. É recomendado que o valor da prestação não ultrapasse mais que 30% da sua renda familiar mensal bruta.

Quais as exigências?

Para autorizar um novo financiamento, as instituições financeiras fazem uma verificação completa do perfil e histórico do solicitante, neste caso você. Infelizmente cada instituição segue um processo próprio, mas as exigências mais comuns são:

  • Ser maior de 18 anos ou emancipado
  • Possuir idoneidade cadastral, ou seja, ter ficha limpa no SERASA
  • O imóvel deve ser utilizado para moradia própria
  • Possuir capacidade de pagamento

Quais os documentos necessários?

Novamente, cada banco tem a sua própria lista de documentos e esta lista tende a aumentar quando o valor financiado aumenta. Por exemplo, para solicitar o financiamento de um imóvel com menos de 80 m2 na CAIXA é exigido somente os projetos da planta baixa e fachadas. Já para imóveis com mais de 80 m2 são exigidos adicionalmente os projetos estrutural, elétrico e hidráulico.

Geralmente, os documentos da construção necessários para você solicitar um financiamento são:

  • Alvará da construção emitido pela Prefeitura
  • Planta baixa, fachadas e projetos auxiliares
  • Cronograma físico-financeiro completo da obra
  • Memorial descritivo de materiais e serviços

Como analisar uma proposta de financiamento?

Geralmente, as propostas de financiamentos apresentam vários índices e opções. Mas você sabe o que significa e como analisar cada um deles? Qual a diferença em a taxa pós e pré-fixada? Quais os tipos de amortização? Quais as taxas de administração? Qual a taxa do seguro habitacional?

Pois é, analisar uma proposta de financiamento pode ser um pouco complicado e nós precisaríamos de pelo menos mais uns 5 posts para explicar item a item. Agora, se você não é expert em finanças para dominar este assunto, a nossa recomendação é começar analisando o Custo Efetivo Total (CET).

O CET considera no seu cálculo o valor de todas as taxas e despesas incidentes na operação de crédito, ou seja, ele representa o valor total que você irá pagar no final do financiamento. O CET considera o valor principal, juros, impostos, seguro, tarifas, entre outras taxas.

Geralmente o CET é apresentado como uma taxa de juros anual. Isso permite que você compare o CET entre as linhas de crédito com número de parcelas diferentes. Por exemplo, você pode comparar o CET das propostas de financiamento de um mesmo banco com 180 e 360 parcelas.

Além do CET, recomendamos que você analise também: percentual máximo financiável, prazo de pagamento, prazo de construção, se permite o uso de FGTS, plano de reajuste e condições de rescisão e repasse.

Como comparar as linhas de financiamento?

Hoje, quase todos os bancos e financeiras disponibilizam simuladores nos seus sites. Defina um perfil padrão e faça simulações em pelo menos 3 sites. Lembre-se de usar o mesmo perfil em todos os sites. Os sites mais populares são:

  • Caixa Econômica Federal
  • Crédito Material de Construção BB
  • Crédito imobiliário Bradesco
  • Minha casa minha vida

Depois de fazer as simulações, compare o Custo Efetivo Total (CET) e as taxas de juros para escolher a melhor opção. Você deve comparar também as condições de rescisão, repasse, entre outras cláusulas contratuais antes de assinar o contrato.

Outra opção bastante interessante para comparar as propostas, é a utilização das plataformas digitais. Um bom exemplo é a MelhorTaxa. Lá você faz uma única solicitação de orçamento direto no site. Eles enviam o seu pedido paras os bancos, recebem as respostas, organizam todas as propostas de maneira simples para que você possa comparar as propostas nos mínimos detalhes.

Agora, se você não tem urgência para iniciar a construção, um Consórcio pode ser uma boa opção por não ter taxa de juros, assim o custo total tende a ser menor. Porém o dinheiro só é liberado através de sorteio ou leilão.

Como financiar a construção da sua casa na CAIXA?

A CAIXA tem várias linhas de créditos. Você pode financiar a compra do terreno + construção, somente a construção ou ainda quitar a dívida da compra do terreno e financiar a construção. Os documentos exigidos variam conforme a modalidade e valor financiado, mas o passo a passo abaixo serve para praticamente todos as modalidades e bancos.

PassoObjetivoObjetivo
1Definir a modalidadeDefinir a modalidade
2Verificar se você atende as exigênciasVerificar se você atende as exigências
3Definir o valor e prazoDefinir o valor e prazo
4Elaborar os projetosElaborar os projetos
5Obter alvará da obraObter alvará da obra
6Organizar a documentaçãoOrganizar a documentação
7Enviar a documentaçãoEnviar a documentação
8Assinar o contratoAssinar o contrato
9Começar a construçãoComeçar a construção

Quer saber mais? Veja o vídeo abaixo! Nele, Marcelo Akira dá uma aula sobre como financiar a sua construção na CAIXA.

 

 

Depois de contratado o financiamento, mensalmente o fiscal da CAIXA irá visitar a sua construção para verificar o andamento da obra. As parcelas do financiamento são liberadas conforme as etapas da construção e após a aprovação do fiscal.

 

Post original em: Blog pra Construir

Adicione nosso número para receber ofertas
exclusivas da Irmãos Soares via WhatsApp:
+55 62 98423-8195

Compre pelo WhatsApp: +55 62 98423-8195

Encontre uma loja mais próxima de você: Listar lojas

Atendimento ao cliente: Clique aqui

Compre pelo WhatsApp: +55 62 98423-8195

Encontre uma loja mais próxima de você: Listar lojas

Atendimento ao cliente: Clique aqui

FORMAS DE PAGAMENTO

FORNECEDORES